Nossos parceiros

terça-feira, 23 de abril de 2019

Bullying não é brincadeira!



Hey, como vão vocês?

  O assunto de hoje é bem serio e super presente e necessário de ser tratado engloba a todos e aquilo de "quem nunca teve contato com bullying que atire a primeira pedra!" todos já fizemos parte dessa historia seja como vitima, praticante ou telespectador nesse post vamos ensinar como reagir nos três casos! Em primeiro lugar é preciso reforçar que o bullying não é normal, não faz parte de “ser criança” ou “crescer”, não torna  ninguém “mais forte”e não é uma simples brincadeira!

  Bullying é uma situação que se caracteriza por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas.O termo bullying tem origem na palavra inglesa bully, que significa valentão,brigão. Os personagens de uma ação de bullying costumam ter atributos específicos qualquer criança ou adolescente que tenha alguma característica que não seja valorizada pelo grupo ou a deixe em desvantagem é uma vítima em potencial; tendem a ser crianças mais tímidas, que se posicionam menos, com características que geram algum tipo de descriminação por conta de raça, etnia, sexualidade ou alguma questão física, por exemplo.

  Já os agressores tem um perfil mais popular, manipulador, com maior capacidade de liderança dentro do grupo e tendem a ser mais impulsivos e agressivos. Muitas vezes até se destacam fisicamente, sendo maiores e mais fortes que suas vítimas. Além dos protagonistas também fazem parte as testemunhas, que participam indiretamente da ação e podem sofrer dos respingos emocionais dessa “cumplicidade”.





ESTOU SOFRENDO BULLYING O QUE EU FAÇO?

Não reaja!
O alimento do "valentão" é o fato de conseguir constranger ou provocar algum sentimento na vitima, eles querem saber se a provocação deu certo e  ignorar é sempre o melhor remédio!              

Não revide! 
Reagir a agressão com outra forma de agressão é crescer o problema.
Tenha uma reação inesperada!o intimidador deseja que a vitima fique irritada e reagir  de forma calma, ou ate mesmo" levar na esportiva " intimide a intimidador e os papeis se invertam no mais tenha autoconfiança e demonstre isso, você não é o que as pessoas dizem, você é o que VOCÊ quiser ser

Não guarde para você!
Conte para alguém, recorra a sua família a seus professores aos seus amigos, lembre-se o agressor tem em mente que ele é "MAIS FORTE" mas não pois quem esta feliz, se o cupa com a sua felicidade e não em estragar a dos outros, recorra a alguém e lembre-se que fazendo isso você não vai estar apenas se ajudando, mas ajudando outras pessoas que também podem esta sendo vitima desse mesmo agressor! Lembre-se que o que ira te tornar mais forte é o seu maior problema! você é muito mais do que aquilo que sai da boca de um desconhecido, leve em consideração as palavras de quem te ama e de quem realmente te conhece!


EU VEJO MEUS AMIGOS SOFREREM BULLYING,O QUE EU POSSO FAZER?

Tenha empatia!
Se a intenção for boa, o problema do outro é seu problema sim! Se você é amigo do agressor ou da vitima o melhor que você pode fazer é ser amigo, converse com ele sobre a situação explique a sua percepção e ajude ele a entender que ele tem apoio.

Converse!
dialogar é sempre uma opção, só assim você pode entender o que o outro esta passando e o que esta sentindo seja ele o praticante ou a vitima, converse e aconselhe de acordo com a situação.

Busque ajuda!
Seja ele o agressor ou a vitima os dois precisão de ajuda, não omita converse com um responsável sobre a situação e juntos busquem uma solução ! 


EU PRATICO O BULLYING

Não é brincadeira!
Entenda o bullying é uma coisa seria e leva a varias consequências não as que o professor ou os pais podem aplicar se descobrirem que você pratica isso, mas consequências graves a pessoa que esta sendo vitima dessas situações, o bullying leva a vários problemas psicológicos !

Se você pratica bullying, você demonstra insegurança!
Intimidar alguém para se sentir bem só demonstra o quanto você é fraco, pessoas fortes e bem resolvidas não gastam tempo com algo tão vazio, invista em você seja lembrado pelas pessoas por uma boa característica, seja mais!

Procure ajuda!
São inúmeros os motivos que podem levar alguém a praticar o bullying, e todos tem sua importância e precisam ser tratados, mas esse não é o caminho  certo! não faça com os outros o que te deixaria triste, você é mais do que "valentão" você é uma pessoa que precisa parar de jogar pedras e repensar sobre os seus muros, pois se não um dia você vai olhar para trás e ver que todos que você gostava te deixaram, espalhe o amor para que no natal você possa ter uma mesa farta de sorrisos!



Então é isso, vamos ajudar nessa mobilização okay?
OBRIGADA POR CHEGAREM ATÉ AQUI, BJOS! 

domingo, 18 de março de 2018

Já se imaginou vivendo com pouco e ainda assim levar uma vida feliz?


Hey, tudo bom?

   No post de hoje vamos conversar um pouquinho sobre simplicidade, e sobre como é possível viver com pouco e ser feliz. No ano passado eu fui viajar com meu pai para conhecer Jequitinhonha, o lugar onde ele nasceu e passou boa parte da vida, e aproveitar também para conhecer alguns parentes. Foi uma viagem longa, se não me engando foram quase oito horas na estrada, até começarmos a avistar parte do lugar. Cara, eu fiquei olhando cada cantinho da estrada, e só conseguia ver terra seca, e muitos cactos. Sério! Muitos!

   Ao longo da estrada meu pai ia me mostrando os lugares onde morou, estudou e brincou, não tinha quase nada lá, com o passar dos anos tudo foi se acabando. Ele me contava as histórias e dava pra ver a saudade nos seus olhos. Eu vi fazendas enormes que um dia tiveram muito gado e Barões muito ricos, mas que agora estão abandonadas, com tudo seco e caindo aos pedaços. A maioria das pessoas lá tem terras bem grandes, mas como disse, estão secas. Em alguns lugares conseguíamos ver cavalos e vacas. Bem magros. Fomos para casa da Tia Elza, que eu já havia conhecido ha um tempo atrás infelizmente em circunstâncias nada agradáveis. A casa dela fica bem escondida em uma estrada de terra um pouco longa. Como a maioria das pessoas naquela área, as terras são grandes, porém, secas. Mas quer saber, é um lugar fantástico.

   A minha intenção com esse post não é dar detalhes sobre a minha viagem, mas sim mostrar como é possível ser feliz mesmo com recursos limitados. Passei seis dias na casa da Tia Elza, sem televisão, sem sinal de celular, consequentemente sem acesso a internet. SEIS DIAS. E eu não sofri em nenhum deles, muito pelo contrário, foram dias incríveis. Eu pude ler bastante, conhecer mais a história do meu pai e dos meus familiares, eu dei muitas risadas, comi muito é claro, descansei o máximo que eu pude, que era algo que eu estava mesmo precisando. Eu confesso a vocês que não senti falta de nada, nem mesmo de casa. Eu estava tão tranquila no meio de toda aquela simplicidade que simplesmente me encontrei. Meus tios não passam falta de nada, mas também não têm luxo com as coisas, são pessoas simples e cheias de humildade e amor no coração. 

  Nesses seis dias eu pude refletir sobre tudo que havia acontecido na minha vida até ali, as perdas, os ganhos, as decepções, os momentos em que eu pensei em desistir de tudo. Refleti muito. E então alguma coisa mudou dentro de mim, eu comecei a olhar mais para as pequenas coisas e não ser tão fútil. Porque sim, eu tenho momentos de futilidade. Eu aprendi a olhar pra vida de um jeito diferente, e finalmente entendi que a vida não para só porque alguém partiu meu coração. Sério, ela não para mesmo. Uma parte de mim renasceu ali, e foi tão bom. 

  Eu queria muito que vocês pudessem ter visto tudo o que eu vi, e assim poder repensar sobre as atitudes que temos tomado nos últimos tempos. Ter passado um tempo com pessoas tão simples, me fez amadurecer muito, e sou muito grata por isso. Ainda tenho meu lado fútil, consumista e tal, mas ando pensando muito sobre começar a viver sem tudo isso, e aderir ao minimalismo. Quem sabe, um dia e um passo de cada vez. Não custa nada tentar, não é mesmo? 


Então é isso pessoal, vamos refletir um pouquinho.
Beijo Beijo e até o próximo post.


sexta-feira, 9 de março de 2018

Playlist: This is Rouge



Hey pessoal, tudo bom?

   Gentcheee eu tô muito feliz porque eu amo o Rouge, e agora que eles finalmente decidiram voltar acho que meu coração não vai aguentar. MORRI! Sei que estou um pouquinha atrasada com esse post, porque já faz um tempo desde o retorno delas, me perdoem mas só consegui tirar ele dos rascunho agora. Não pretendo me estender muito, a intenção é trazer pra vocês a playlist pra um momento nostálgico, então aproveitem pra cantar e dançar muito! Boraaaaaaaa!

 



sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Oi, de novo!


   Hey pessoal, tudo bom? Já faz bastante tempo que não aparecemos por aqui, mas tivemos que tirar umas férias para colocar a vida em ordem, se bem que não podemos dizer que foram exatamente férias, já que estivemos trabalhando em um projeto incrível que será falado por aqui em breve. Aguardem e fiquem atentos aos próximos conteúdos do blog e do canal. Ah, e por falar em canal, estamos planejando vários conteúdos legais pra vocês, com assuntos divertidos e também alguns bem sérios, é claro. 

   Estamos trabalhando muito nesse novo projeto e quase não nos têm sobrado tempo, porém uma das metas para esse ano é estarmos mais comprometidas com o blog, já que não aparecemos muito por aqui no ano passado. Pretendemos trazer o máximo de conteúdo possível por aqui e também queremos falar sobre diversos assuntos. Estamos trabalhando para fazer o melhor pra vocês! :) Bom, não vamos nos estender nesse post, só viemos dar um "Oi" e contar que voltamos, e que muito em breve teremos bastante conteúdo. Continuem nos acompanhando! 
                                   


     Muitos abraços quentinhos e até o próximo post!