Nossos parceiros

sábado, 8 de agosto de 2015

Como faço pra arrumar tudo isso?

Confesso que no começo eu não estava tão a fim assim, ainda lembro da discussão que tivemos e o quanto você foi grosso, por isso, não fazia sentido ficar criando ilusões na minha cabeça. Mas sabe quando você conhece melhor a pessoa e suas impressões mudam? Bom, talvez nem tanto. Brincadeira.  

O pouco tempo que passei ao seu lado naquele primeiro encontro fez com que algo mudasse dentro de mim, você falava dez coisas, e eu ria de todas elas, não um riso forçado, mas aquele riso que até dói a barriga, os melhores risos são esses, e você me fez ficar dolorida de tanto rir. Ah, e claro que eu nunca vou esquecer do quanto você foi implicante, e irritante. 
Um irritante adorável. 

Naquele dia, eu voltei pra casa e fiquei pensando em todas as coisas que foram ditas, conversar com você me pareceu tão natural, como se já fossemos amigos há muito tempo, e aquele beijo então, roubado bem no meio de uma gargalhada, me pegando completamente desprevenida. Me deu vontade de te bater. Mas ao invés de fazer isso, eu me rendi ao seu beijo, eu me rendi a você mesmo sem saber.

Eu não sabia se iríamos nos encontrar novamente, então decidi que não iria ficar pensando em nós, e nem no que aconteceu, mas pra minha surpresa outros encontros vieram, um melhor que o outro, principalmente aquele em que você me fez andar muito, eu sou uma pessoa sedentária meu bem, então não faça isso, a não ser que você esteja de mãos dadas comigo por todo o caminho, aí eu dou a volta ao mundo a pé se precisar. Sabe, você me encanta, sua humildade, seu jeito de ser (meio grosso), seus carinhos, seu cheiro, tudo em você causa um efeito em mim, e por isso você não sai da minha cabeça mais.

Me dói lembrar disso tudo, porque depois da nossa última conversa eu já não sei o que será de nós. Fiquei muito tempo longe, e sem falar com você, isso não deveria ter acontecido, na verdade o que eu quero mesmo é ficar ao seu lado, cuidar de você, ser sua zona de conforto, alguém que você possa ligar e contar como foi seu dia, e contar também seus medos e seus sonhos, quero você pra mim. Você está confuso e eu entendo perfeitamente, e por falar em confusão dentro de mim está uma bagunça terrível, e a culpa é sua, você me bagunçou desse jeito. Agora me diz como eu faço pra arrumar tudo isso?



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá,
Gostariamos muito de saber a opinião de vocês sobre o blog, os posts e até sobre nós se vocês quiserem. Mas também gostariamos de pedir que moderassem nas palavras, para que não haja más interpretações.

A opinião de vocês é muito importante para nós.

Beijoo Beijoo ...