Nossos parceiros

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Resenha: Jogos Vorazes


Livro: Jogos Vorazes
Autor: Suzanne Collins
Editora: Rocco
Páginas: 397
ISBN: 9788579800245


  Em um futuro onde a América do Norte não existe mais, um novo continente foi criado, Panem, onde a população vive separada em distritos. Após uma revolução em um dos distritos, o extinto distrito 13, a Capital de Panem criou os Jogos Vorazes, uma competição onde um casal de cada distrito é escolhido para lutarem por suas vidas e conseguir a vitória para o seu distrito. Tudo ia muito bem para a Capital até o momento em que Katniss Everdeen se voluntaria como tributo do distrito 12, após sua irmã Prim ser escolhida. Junto com Peeta Mellark ela parte para a Capital, onde é preparada para a batalha.
Eu era uma das pessoas que torcia o nariz para Jogos Vorazes, achei que seria apenas mais uma “modinha literária” e que logo o sucesso passaria, mal sabia eu o quanto eu estava enganada. Suzanne Collins conseguiu criar uma história consistente, mostrando a luta pela sobrevivência de Katniss e Peeta, assim como toda a história entre eles. Mais do que uma “modinha literária”, Jogos Vorazes é um romance que mostra situações que nós vivemos hoje e às vezes não damos a devida atenção, como a fome no mundo. Sendo assim, ele é um livro para se refletir sobre a atual sociedade, mostrando uma história muito bem trabalhada por Suzanne Collins.

Ao longo do livro nós vamos descobrindo mais dos personagens, seus sentimentos e pensamentos. O livro é narrado em primeira pessoa, por Katniss, e mostra claramente como Katniss é uma sobrevivente nata, acostumada a caçar na mata para a sobrevivência da sua família, não mede esforços para ajuda-los.
Peeta, por outro lado, vem de uma família com uma situação um pouco melhor que Katniss, e mesmo assim ele não é esnobe. Logo em sua primeira entrevista na Capital, ele revela que sempre foi apaixonado por Katniss, modificando toda a história já preparada pela Capital pelos Jogos, e mudando todo o curso dali em diante.

Mas como triângulo amoroso está na moda, Katniss fica confusa com seus sentimentos por Peeta, por que enquanto ela está lutando para sobreviver nos Jogos, seu melhor amigo, Gale está do outro lado da tela esperando por ela. Por esse motivo Jogos Vorazes foi lançado como “o novo Crepúsculo” mesmo não sendo igual em praticamente nada. Os Jogos, como já diz o nome, são realmente vorazes, sangrentos, e muitos dos participantes não se importam se estão matando amigos ou inimigos, a única coisa que importa na arena é vencer, independente do que você faça. O livro tem cenas emocionantes, como uma envolvendo Katniss e outra competidora, Rue, que é bem tocante.

Você começa a ler pensando que as coisas vão melhorando com o tempo, mas elas vão ficando mais complicadas e mais difíceis de lidar, como aliados, traidores e idealizadores dos jogos tentando te matar. E nem nos momentos finais a situação melhora, mais uma vez fazendo Katniss ficar com o peso sobre os seus ombros. O final do livro é inesperado e surpreendente. Eu admito que adorei o livro e me tornei fã da escrita de Suzanne, ela escreve num ritmo tão acelerado que fica impossível parar a leitura antes de chegar ao fim, eu li a trilogia completa em duas semanas, daí vocês já podem imaginar como realmente é.
Eu recomendo esse livro à pessoas de todas as idades, porque é uma leitura fácil e prazerosa, deixando você curioso a cada pagina e não deixando você parar de ler enquanto não chegar no final.

Jogos Vorazes foi um livro que me surpreendeu, foi mais do que eu esperava e totalmente diferente do que eu imaginava, é um livro que vale a pena ser lido e tem o seu mérito pelo sucesso.

Beijinhos da Indy!

Até Mais!




Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá,
Gostariamos muito de saber a opinião de vocês sobre o blog, os posts e até sobre nós se vocês quiserem. Mas também gostariamos de pedir que moderassem nas palavras, para que não haja más interpretações.

A opinião de vocês é muito importante para nós.

Beijoo Beijoo ...