Nossos parceiros

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

O que resta são as lembranças


[Reprodução: Tumblr]
  Pessoas entram e saem de nossas vidas o tempo todo, algumas se vão contra a nossa vontade, são arrancadas de perto de nós de uma forma que não aceitamos e demoramos para compreender e assim elas se vão deixando apenas um grande vazio no peito e uma saudade que sabemos que nunca terá fim. Outras simplesmente se afastam por assim acharem melhor, saem pela porta dizendo adeus sem se importar com quem está ficando. Tem também aquelas que somos obrigados a expulsar de nossas vidas, pois, sem querer -ou não- acabam nos fazendo muito mal.

   Acredito que cada pessoa que entra ou sai da nossa vida é por um propósito que não cabe a nós tentar entender e sim aceitar, pois é simplesmente Deus guiando nossos caminhos, fazendo com que aconteçam encontros e desencontros para assim nos fazer mais fortes, e cada pessoa vem com um proposito de nos fazer crescer e amadurecer. Todos que passam pela nossa vida deixam uma marca, uma lembrança boa ou ruim, não está em nosso poder decidir qual a marca que a pessoa deixará em nós, mas cabe a nós saber como vamos usar essas  marcas, sendo elas boas ou ruins, temos que saber aproveitar e extrair delas o máximo possível para nosso crescimento interno e externo, com elas adquirimos experiências para situações futuras, são tantas pessoas que vão deixando um pouquinho de si em nossas bagagens, e levando um pouquinho de nós em suas bagagens. Algumas chegam de mansinho sem a gente se dar conta, em forma de uma amizade vão conquistando um cantinho em nossos corações deixando marcas profundas em nossa alma. Outras chegam como um terremoto bagunçando a nossa vida, vira tudo do avesso, dão uma sacudida no nosso esqueleto e nos faz sentir vivos novamente.

  Há algumas pessoas que chegam e nos conquistam de verdade, quando elas chegam tudo se alegra, com elas todas as lembranças são boas, todos os momentos felizes até que por algum motivo se vão nos deixando sozinhos com as lembranças desses bons momentos que compartilhamos juntos, quando elas partem e percebemos que não vão voltar, nos sentimos dilacerados, perdidos e abandonados é como se elas levassem consigo toda a nossa felicidade, ai transformamos essas boas memorias em pesadelos,  somos tão egoístas e só enxergamos o nosso lado da coisa, só vemos o nosso sofrimento e mesmo que os motivos que tenham levado aquela pessoa a partir esteja ali em nossa cara preferimos fechar os olhos e colocamos essa pessoa como vilão ou vilã da nossa história, afinal é mais fácil culpar os outros por não terem superado as nossas expectativas do que aceitar que a culpa é toda nossa, que criamos expectativas demais em relação a elas.

  E durante a nossa caminhada são tantas coisas que vão ficando com a gente que em alguns momentos fica impossível seguir em frentes com nossa bagagem, nos sentimos cansados, pesados e muitas vezes pensamos em parar de caminhar e ficar ali a beira do caminho esperando uma carona ou alguém que nos ajude, o que nunca vai acontecer por que cada já está preocupado com a sua própria bagagem e permanecemos ali acomodados com todo nosso peso.Tantas coisas que deveríamos deixar pra trás, decepções, desilusões, medos, inseguranças enfim tantos outros sentimentos ruins só nos fazem mal, que insistem em nos fazer olhar para trás e não conseguir seguir em frente. Sentimentos que fazem com que nos fechemos em copas e impedimos que pessoas novas entrem em nossa vida só por medo de sermos magoados outra vez.

  Chega um momento que fica impossível continuar seguindo em frente ai somos obrigados a parar e escolher: se ficamos ali parados com todo peso que adquirimos ao longo do caminho e que não conseguimos abrir mão ou abrimos nossa bagagem e relembramos todos os momentos com calma observando cada detalhe já vivido e nesse momento avaliamos tudo que temos se  vale a pena continuar carregando o que realmente só serviu pro nosso crescimento, quando retiramos todo o peso desnecessário de nossa bagagem e aprendemos a lição que cada perda, cada partida, cada desilusão, cada choro trouxe ganhamos um novo embalo passamos a analisar a vida com outros olhos, com mais experiência, maturidade, e aprendemos a não cometer de novo os erros do passado.

  Devemos estar sempre aberto a novas oportunidades, devemos sempre nos dar uma chance, pessoas vem e vão sua vida continua, toda dor de hoje ta servindo pra te fazer forte amanhã e não se esqueça que sempre é necessário parar um pouco pra analisar a sua bagagem, uma consulta com o seu próprio eu tudo que você tem dentro de você realmente vale a pena continuar carregando? Ta te ajudando ou te atrapalhando? Permita-se mais, arrisque mais, não se prenda a medos do passados os seres humanos são diferentes uns dos outros, não é porque um te machucou que todos vão fazer o mesmo, o medo te impede de chegar  onde você sonha, o seu medo e seu único inimigo é o único que pode te paralisar, lembre-se a vida e muito curta pra você deixa passar em vão.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá,
Gostariamos muito de saber a opinião de vocês sobre o blog, os posts e até sobre nós se vocês quiserem. Mas também gostariamos de pedir que moderassem nas palavras, para que não haja más interpretações.

A opinião de vocês é muito importante para nós.

Beijoo Beijoo ...